Arquivo da categoria: POESIA

CHEGA DE CIÚMES E ETC

Os sentimentos humanos quando fortemente arraigados, formam-se a base para o desenvolvimento de uma doença, quem sabem uma úlcera, quem sabe até um câncer. Alguns sentimentos como ciúmes, cólera, raiva, saudade, quando potencializados, se tornam um verdadeiro perigo. Qual o … Continuar lendo

Publicado em CONTOS, CRÔNICAS, MENSAGENS, POESIA, ROMANCE, Sem categoria | Deixe um comentário

A ARCA DO FUTURO

Uma arca que parece ser do passado e do futuro ao mesmo tempo. Deu a louca no autor, que fala muitas verdades e dá uma lição de misturar realidade e ficção. Boa Leitura! Esse é um livro de sucesso. Conta … Continuar lendo

Publicado em ARTIGO OBVIOUS, CONTOS, CRÔNICAS, ENSAIO BIOGRÁFICO, LIVRO, MÚSICA, MENSAGENS, POESIA, ROMANCE | Deixe um comentário

A LENDA

Por Hamilton Toledo Ouvi dizer que no passado Naquela floresta distante Chegou um viajante Que se sentindo cansado Embaixo daquela árvore Ele quis descansar No tronco sentou encostado E dormiu não teve jeito Teve um sonho perfeito Uma mulher, uma … Continuar lendo

Publicado em POESIA | Deixe um comentário

VOA, BORBOLETA, VOA

Por Hamilton Toledo Cheguei hoje bem feliz para molhar meu jardim Encontrei na bela roseira Uma lagarta faceira Que sorriu pra mim E já foi me dizendo assim   Eu te conheço muito bem Vem quase todo dia Te esperamos … Continuar lendo

Publicado em POESIA | Deixe um comentário

SENTIMENTOS II

Por Hamilton Toledo   Seres de carne feitos de sentimento Somos um turbilhão de emoção Que varia a todo momento Que vem da alma até o coração   Sentimento e emoção se misturam no ar Ambos trazem em si muita … Continuar lendo

Publicado em POESIA | Deixe um comentário

SENTIMENTOS

Por Hamilton Toledo   Poderia falar de uma paixão Que o destino caprichoso separou Por muito tempo a saudade ficou E na velhice o reencontro inesperado Lágrimas ainda rolaram, foi forte a emoção Só um abraço, nenhuma palavra Uma dor … Continuar lendo

Publicado em POESIA | Deixe um comentário

DESAPEGO

Por Hamilton Toledo Desapegar Para não se escravizar As coisas passam e não nos pertecem Tudo passa, nada permanece A doença, aquela velha companheira Ela só quer atenção, deixei-a de lado A vida da carne é passageira Cuide do espírito, … Continuar lendo

Publicado em POESIA | Deixe um comentário